Demanda

Já falamos anteriormente sobre parceiros internacionais e sobre como prospectar no exterior, mas há outro componente importante quando pensamos em vender um produto para fora do país: a demanda.

Desde que o mundo é mundo e que a primeira transação comercial foi feita, tínhamos dois ingredientes fundamentais até os dias de hoje, a oferta e a demanda.

A ordem correta é demanda e depois oferta, pois são as necessidades que nos levam a agir. A necessidade de comer levou o homem das cavernas a caça, o frio fez ele usar a pele para se esquentar e a necessidade de se reproduzir o fez ofertar essas coisas para uma fêmea da espécie.

De lá para cá muita coisa mudou, nossas demandas vão além das necessidades de sobrevivência, e passam a ser mais sobre conforto e convívio em sociedade, mesmo assim o processo comercial ainda é movido por esses dois fatores.

Assim, chegamos ao conceito desse artigo, se você quer vender no exterior, não importa quão incrível seja seu produto se ninguém precisar dele em outro país. Isso vale para tudo na verdade, mas para nossos propósitos focaremos apenas no mercado exterior.

O que faz seu produto ser necessário em outro país é a escassez dele por lá. O nosso agronegócio é fortíssimo mundo afora, pois muito dos países que compram daqui, não tem os meios para produzir por lá, seja por falta de terrenos, de diversidade biológica ou mesmo de matéria prima, fato é que necessitam comprar seus insumos internacionalmente, e a qualidade do produto brasileiro nos coloca à frente nessa corrida.

Portanto, o primeiro passo é destrinchar ao máximo tudo que seu produto tem a oferecer, desde benefícios práticos, até os não percebidos. Entender se ele pode funcionar como componente ou matéria prima para outros produtos ou serviços.

Outro ponto a ser observado é o similar nacional, pois mesmo que seu produto seja necessário, ele não será comprado caso haja algo parecido sendo produzido no próprio país. Para passar por essa barreira seu produto teria de ter uma qualidade maior e um preço bem menor para valer a pena ser importado pelo cliente.

Os único modos de você saber quais as demandas latentes no mercado internacional são:

  1.  Viajar para o país em questão e passar um tempo lá estudando o mercado;
  2. Encomendar uma pesquisa de mercado com algum especialista em mercado internacional para detectar as necessidades das empresas;
  3. Contactar um profissional de comércio exterior experiente, que já tenha clientes transacionando com os estrangeiros e que terá uma noção muito mais assertiva das demandas mais procuradas no momento.

Sabemos que soa suspeito, mas a mais recomendada é a terceira opção, pois custará menos que uma pesquisa de mercado, e com certeza menos do que uma viagem para outro país.

Fora que você economizará muito tempo contatando um profissional de comércio exterior, que por experiência vivida e conhecimento técnico encontrará os atalhos propícios para sua empresa encontrar boas oportunidades no exterior.

Entretanto, não se esqueça que mesmo que haja demanda, a sua oferta precisa ser muito boa, porque não mencionamos, mas nas relações comerciais existe outro fator: a concorrência.

Fique atento aqui ao blog para estar sempre bem informado e sair na frente dos concorrentes.

CLOSE
CLOSE