Os especialistas não chegaram a um consenso sobre o que esperar desse ano de 2020. Existem os pessimistas e os otimistas, mas aqui, nossa ideia é encontrar um meio termo e analisar o que esse novo ano pode nos apresentar em termos de exportação e importação.

Antes, vamos fazer uma breve revisão de tudo que rolou no ano passado, pois isso pode apresentar um norte para o que está por vir.

O primeiro trimestre de 2019 foi muito bom, o mercado muito aquecido e as transações internacionais a todo vapor, muito em função da troca de governo e toda a mobilização para recuperar a economia. Depois as coisas foram se estabilizando e nos últimos meses do ano já vimos uma desaceleração.

Alta do dólar, política externa conturbada e guerras comerciais entre os gigantes contribuíram para esse arrefecimento, minando a confiança do empresariado, impedindo que mais investimentos e mais negócios fossem firmados.

Realmente o cenário ainda é de muita incerteza, visto que estamos entrando num ano de eleição presidencial nos Estados Unidos, e isso pode chacoalhar ainda mais o panorama mundial.

O crescimento do mercado, como vimos, depende de inúmeros fatores que são difíceis de prever. Já nos primeiros dias de 2020, EUA e Irã colidiram criando ainda mais tensão e deixando todo o mundo à espera dos resultados disso para definir os próximos passos.

Isso são apenas alguns exemplos do que pode afetar o mercado internacional na sua totalidade, mas isso não necessariamente quer dizer que seus negócios não podem prosperar.

Informação é a chave para isso, por isso nos esforçamos aqui no blog da Samerica Trade para te deixar sempre atualizado de toda a situação do mercado e do seu entorno. Com conhecimento correto você pode se preparar melhor e implementar manobras na sua empresa que vão te manter no jogo tendo bons resultados.

Alguns dados animadores podem te dar um gás a mais nesse ano, pois o mercado projeta uma expansão de 2,24% do PIB brasileiro, queda da Taxa Selic, e aumento de crédito para empresas. A ideia do ministério da Economia é fomentar e incentivar o consumo para acelerar a recuperação econômica. Isso tudo, aliado aos incentivos fiscais que devem aumentar para quem deseja operar no comércio exterior, pode trazer diversas oportunidades de negócios.

E apesar do pouco avanço feito no ano passado, especialistas acreditam que Trump pode chegar a um acordo com o presidente chinês Xi Jinping, retomando o cenário de confiança do mercado e estimulando mais investimentos.

O Governo Federal Brasileiro junto com o congresso nacional ainda tem em mãos pautas de reforma, principalmente tributária, que devem avançar esse ano, melhorando a economia, diminuindo o chamado risco Brasil e trazendo a confiança e o dinheiro dos investidores internacionais. É uma reação em cadeia que tem muitas possibilidades de ocorrer ainda em 2020. Nesse ponto a balança pende para os lado dos otimistas.

Portanto, entendendo todos os riscos e todas as oportunidades que esse 2020 vai nos apresentar, o conselho final é que você fique ligado aqui no blog para não perder as informações, e se quiser ainda receber, te convidamos a cadastrar seu melhor e-mail na nossa newsletterque toda semana levaremos notícias fresquinhas do mercado do comércio exterior para você.

Vamos juntos tirar o melhor desse ano novo. Um prospero 2020!