Continuando na nossa série dos top 5 produtos importados pelo Brasil em 2019, chegamos ao quarto lugar com os equipamentos de telecomunicações incluindo peças e acessórios, que representaram 4% de toda a nossa importação no ano passado.

Nosso país tem os volumes de importação muito diversificados como poderemos ver nos próximos artigos, isso mostra como nossa gama de relações comerciais internacionais é variada, e como podemos aproveitar oportunidades para novos negócios.

Por hoje, vamos entender um pouco mais sobre os atributos desses insumos relacionados a telecomunicações.

Para que servem?

Como falamos no artigo anterior, o Brasil ainda não tem uma produção em massa consolidada voltada a componentes e equipamentos eletrônicos em geral, por outro lado, o consumo tem crescido muito nos últimos anos.

Telefonia móvel, internet banda larga e Tv por assinatura, passaram a ser itens predominantes nas residências brasileiras, e para atender a demanda alta, a importação se fez necessária.

Portanto, toda instalação de telefonia, TV a cabo e internet fibra ótica depende desses insumos importados, por isso ocuparam essa posição de destaque no ranking.

Por que importar?

Como dissemos, esses tipos de insumos já tem uma demanda alta interna, porém ainda há muito espaço para crescer, principalmente após a implementação da tecnologia 5G que está na sua fase de testes aqui no país.

Novas oportunidades de mercado vão surgir, e é importante estar preparado para atende-las, então importar equipamentos de telecomunicações será uma opção muito rentável para quem opera no comércio exterior.

Os grandes polos mundiais de produção desses itens, oferecem uma gama variada de opções com preços muito competitivos, portanto se encontrar os parceiros adequados, poderá importar com um custo benefício satisfatório que proporcionará lucros na comercialização interna.

De onde importar?

Sabemos quem são os maiores parceiros do Brasil no quesito importação, então obviamente o maior volume de importação de equipamentos de telecomunicações são oriundos da Ásia, principalmente da China, que corresponde a quase 60% de todo nosso fornecimento.

Isso é de se esperar, afinal lá estão os maiores produtores de tecnologia tanto em volume quanto em qualidade, e hoje são a primeira opção para quem pensa em importar componentes e peças relacionados a telecomunicação e outros eletrônicos, pois apresentam o melhor custo benefício do mercado mundial atual.

Conclusão

Podemos concluir que os equipamentos de telecomunicações são uma boa opção para as empresas que querem importar um insumo que tem boa demanda aqui no país.

Contudo, é importante dizer que o mercado nacional de telecomunicações é dominando por algumas gigantes do setor, que formam quase que um monopólio. Por isso é interessante considerar a importação para fins de comércio B2B, principalmente com focos em peças, componentes e acessórios, e assim pode ser uma forma mais simples de se beneficiar desse mercado sem bater de frente com os grandes players.

Para ter ainda mais acertos, conte com nossa assessoria especializada, pois temos experiência na importação e juntos poderemos conseguir bons negócios com bons parceiros internacionais.