Em paralelo a nossa nova série de top 5 produtos importados também traremos a série com os produtos mais exportados pelo Brasil no ano de 2019.

E hoje, vamos começar com o quinto lugar entre produtos que mais exportamos, a carne bovina fresca, refrigerada ou congelada.

Para qual finalidade exportamos

Alguns países consomem muita carne bovina, seja em casa, indústria de transformação ou restaurantes. O ponto é que a densidade populacional dos países destino desse insumo, os impede de possuir uma criação pecuária eficiente a fim de suprir a demanda interna, portanto importar acaba sendo a opção mais viável.

Nesse caso nada mais adequado do que importar de um país que é referência nesse setor, como o Brasil.

Aqui possuímos cerca de 220 milhões de cabeças de bovinos, o que nos coloca no primeiro lugar no quesito tamanho de rebanho.

Especialistas acreditam que até 2025 seremos o maior produtor de carne bovina do mundo.

Porque exportamos

O Brasil é um país muito vasto em território e com um clima que favorece muito a criação de bovinos, e ao longo dos anos foi se especializando na produção pecuária, conseguindo inclusive criar aqui, espécies originárias de outras regiões do mundo, como o boi da raça Nelore, natural da Índia e adjacentes.

Esse fato, aliado ao desenvolvimento industrial do setor, fez com que o Brasil crescesse sua produção ao ponto de cobrir a demanda interna e ainda exportar em volumes enormes para o exterior.

Sem falar na qualidade da carne bovina brasileira, que é elogiada no mundo todo.

Para onde exportamos

Nosso maior comprador desse insumo é a China, que é nosso maior parceiro comercial no geral, porém também exportamos volumes expressivos de carne bovina para Egito, Chile, Rússia, Arábia Saudita e mais alguns outros países do oriente médio.

É interessante que podemos notar um padrão entre os parceiros que mais aparecem nos números do Brasil, seja de importação ou exportação, isso denota como é importante manter boas relações com os parceiros internacionais.

Conclusão

Como podemos ver, o mercado da pecuária no Brasil é completamente consolidado e avança constantemente, isso mostra que existem boas perspectivas para quem deseja investir nesse setor.

Uma vez que as parcerias estão firmadas e a demanda é crescente, novas vagas para exportadores irão surgir, basta estar preparado para aproveita-las.

Contudo, a exportação de carnes bovinas, passa por um rigoroso processo de documentação, inclusive por órgãos anuentes que vão atestar a qualidade do produto, por isso certifique-se de buscar toda a informação disponível para se preparar caso seu objetivo seja ingressar nesse segmento de atuação.

No mais, conte com a nossa assessoria para tirar suas dúvidas sobre o assunto.

No nosso podcast falamos um pouco dos termos do comércio exterior, com certeza é um primeiro passo para você entender esse universo do comércio internacional.