Hoje nossa volta ao mundo pelos países que mais compraram do Brasil em 2019, desembarca na Alemanha.

Assim como nós e o resto do mundo a Alemanha também vem sendo afetada pela pandemia de coronavírus, porém, vamos saber mais o que a colocou em sexto lugar do ranking no ano passado e o que podemos esperar do futuro pós crise Covid 19.

Uma história de recuperação

Durante o século XX a Alemanha foi protagonista nas duas grandes guerras, o que fez com que a economia do país sofresse com recessão e uma alta dívida externa. Porém, com o fim da segunda guerra o país conseguiu superar a crise e teve uma ascensão gigantesca, sendo hoje a quarta potência econômica atrás apenas de Estados Unidos, China e Japão.

Seu grande carro-chefe (com perdão do trocadilho) é a indústria automobilística que exporta volumes massivos anualmente e tem as montadoras que produzem alguns dos carros mais cobiçados do planeta, além de deter uma grande fatia do mercado de carros populares ao redor do mundo.

Relações de compra com Brasil

No ano de 2019, exportamos muitos insumos para a Alemanha, o que a colocou numa posição de destaque no nosso top 10.

Exportamos para lá cerca de US$ 4.7 bilhões, porém, como mencionamos acima, a fortíssima indústria alemã exportou cerca de US$ 10.2 bilhões para cá, deixando um déficit de US$ 5 bilhões na balança comercial.

Os nossos insumos mais comprados pelos alemães foram o café não torrado, minérios de cobre, farelos de soja, motores de pistão, entre outros.

Apesar do déficit observado no ano passado, a expectativa era para que em 2020 os volumes exportados melhorassem, mas como sabemos, a pandemia de coronavírus desacelerou o comércio mundial como um todo.

Crise no presente e o que esperar do futuro

A Alemanha está num estágio diferente da pandemia, pois desde o início tratou com a seriedade devida, e hoje é exemplo para o mundo no combate a ela. Isso, provavelmente deve colocar o país um passo à frente para sair da crise e iniciar uma recuperação.

Não podemos esperar e nem garantir que teremos qualquer crescimento no mercado internacional esse ano, o cenário é sim de retração. Contudo, é importante estamos atentos a esses casos que são pontos de luz para que possamos sair desse túnel o mais rápido possível e começar planejar as ações de contenção e de recuperação.

Em suma, estamos passando por um momento complicado, que vai trazer muitos ensinamentos para o empresário e para todo o mercado, acreditamos que também novas oportunidades surgirão e que o mundo está vendo como a internet pode ser útil para encurtar distâncias, acelerar processos e manter negócios em movimento.

Curtiu o nosso artigo? Conheça os serviços da Samérica Trade e fique por dentro do mercado de exportação. Teremos o prazer em ajudar!

WhatsApp chat