Adentramos ao nosso pódio, e na terceira colocação dos países que mais compraram do Brasil no último ano (2019) temos os nossos “hermanos” da Argentina.

Por serem colegas de Mercosul, podíamos esperar tal posição no ranking, porém, vamos entender mais sobre as relações comerciais entre os países.

Argentina no TOP 3

A participação no Mercosul e a proximidade geográfica são sim dois fatores que colaboram para que o comércio entre os países seja tão frutífero. Houve também em 2019, uma aproximação entre os chefes de estados, por posicionamento político semelhante, o que pode ter estreitado um pouco mais as relações.

Já em 2020, vimos que a Argentina optou por abandonar algumas negociações do Mercosul, o que naturalmente gerou algumas tensões entre os participantes do Bloco Econômico.

Esse imbróglio, aliado a pandemia de coronavirus, deixou o futuro um pouco nebuloso para o comércio exterior tanto de Argentina quanto do Mercosul como um todo.

Os números de 2019

Em 2019 exportamos bastante para nossos vizinhos.

As cifras que colocaram o país nessa terceira posição do ranking foram os 9.7 bilhões de dólares que foram despachados para Argentina.

Entretanto, houve grande reciprocidade nessa troca, e em contrapartida o Brasil adquiriu cerca de 10 bilhões de dólares em insumos argentinos, o que nos deixou com um déficit de 760 milhões na balança comercial com o país.

Dentre os bens de consumo que mais exportamos estão veículos automóveis de passageiros, partes e acessórios de veículos automotivos, veículos de transporte de carga, demais produtos industriais e soja figuram entre os montantes mais relevantes, porém a lista de insumos exportados é bem variada, mostrando que há um campo vasto de oportunidades de negócios com a Argentina.

Covid-19 e o Futuro do comex argentino

Ainda estamos todos imersos nessa pandemia com pouco espaço para focar na retomada econômica, quanto mais em um comércio exterior pujante como do ano passado. O governo argentino tem se dedicado inteiramente na contenção da propagação do coronavírus, sendo esse o fato que ocasionou a abstenção de algumas negociações do Mercosul.

Toda essa incerteza e tensão criadas pelo Covid-19 deixa o futuro muito incerto, contudo reforçamos a atenção aos números do ano passado, que mostram que a relação comercial entre Brasil e Argentina é benéfica para os dois países, e isso sempre cria boas janelas de oportunidade para negociações que venham ser lucrativas para ambas as partes.

Portanto, nesse momento é recomendável considerar o país como potencial parceiro dentro do seu planejamento de comércio exterior, e conte com o auxílio da Samerica Trade, para enxergar mais oportunidades na Argentina e no resto do mundo, mesmo em tempos conturbados como esse.