Depois de um 2020 complicado de pandemia e retração do mercado, esperava-se muito de 2021, porém, já no primeiro mês do ano houve déficit na balança comercial brasileira.

Hoje vamos entender um pouco das possíveis causas, e quais as projeções para o futuro nesse ano em que ainda vamos conviver com a pandemia até a vacinação ser concluída.

Boa leitura.

Possíveis causas do déficit

Apesar de termos importado mais em janeiro, sendo cerca de 15 bilhões de dólares, e a exportação ficou apenas em torno de 14 bilhões de dólares o que representou o déficit de mais ou menos 1 bilhão de dólares, nem tudo foi negativo.

O déficit anotado no período, ainda traz uma luz, pois esse valor das exportações de janeiro de 2021, foi 12,4% maior do que no mesmo período em 2020. Isso é animador, pois notamos um aumento no setor de forma geral, ou seja, o país está exportando mais, ainda que acabou importando muito.

Dividindo pelos setores, o ponto de atenção está no setor agropecuário que registrou queda de 2,6% nas exportações, porém a indústria extrativa e a indústria de transformação registraram altas de 35,3% e 6% respectivamente.

Isso nos abre um cenário de muitas possibilidades para um crescimento econômico em 2021.

 

Um pouco de otimismo, fevereiro tivemos superávit

Já podemos notar os avanços no mês seguinte, pois em fevereiro a balança comercial brasileira fechou com superávit muito positivo, de cerca de 1,152 bilhão de dólares de lucro, que nos traz uma perspectiva animadora.

Mas é importante salientar, que assim como em janeiro houve déficit, porém, o volume exportado superou do ano anterior, fevereiro apesar do superávit teve efeito contrário, uma vez que o volume exportado foi baixo comparados ao período nos últimos anos.

No todo, a balança comercial brasileira de 2021 está com superávit de 27 milhões de dólares, então a situação está favorável para continuarmos trabalhando para aumentar esse volume de exportação.

 

Perspectiva para o futuro

A expectativa da secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia é o que Brasil feche o ano de 2021 com um superávit de 53 bilhões na balança comercial. Isso representaria um alta em relação ao superávit de 50 bilhões de dólares registrados em 2020. Os especialistas do Banco Central estão ainda mais otimistas e preveem um resultado de 55 bilhões de dólares no fechamento do ano.

Porém, essas expectativas apesar de animadoras, ainda dependem de uma série de condições que precisam de uma atuação veemente das autoridades.

A vacinação em massa é o grande foco para poder destravar a economia e assim podermos investir mais na produção e na exportação. O dólar alto, apesar de ser um incentivo ao exportador, acaba gerando problemas em outras áreas, então é importante atuar nessa questão também.

De maneira geral, nós da Samerica Também estamos otimista quando ao aumento das exportações nesse ano, e se você quer saber mais sobre nossos projetos, fique ligado aqui no blog, que em breve virão conteúdos mais voltados a ajudar você a colocar seu produto no mundo.